14 de dezembro de 2012

Fim de ano...

... e, que ano!!! Foi um ano muito triste pra mim. Meu pai se foi, minhas duas cachorrinhas, companheirinhas de tantos anos também nos deixou. A saudade é grande demais. Dói muito ainda. MeuDeusdoCéu como sinto falta do meu pai!!!!
.
Tudo bem.
.
A gente tem que superar essas coisas não é mesmo? Mas, poxa como é difícil!!!
.
.
.
E, pra variar minha dor nas mãos voltou. Estou dando um tempo nas agulhas. De repente, tudo perdeu a graça. Não tenho mais vontade de fazer nada em crochet e tricot. Será que enjoei? Na verdade, estou meio perdida, não sei o que fazer...
.
E aí vem esse calor, sol de rachar e o desânimo volta e fica... não vai mais embora.
Pior é essa chuva, que em vez de refrescar só esquenta mais e deixa aqui tudo 'melecado'. Uma droga!
.
.
Não estou nem com vontade de comer, pode?
Às vezes, fico pensando: 'como é que cheguei nesse tamanho?'
Deixa pra lá... tô cansada desse assunto.
Até comprei um livro que queria há muito tempo: "Pense Magro".
.
E, por falar em leitura, parei de ler. Me dá sono.
Começo ver um programa na TV e nunca termino, pois, acabo dormindo.
.
.
Que marravilha!
.
Acho que é estresse de fim de ano...
.
.
Tudo passa, tudo sempre passará.
Acredito nisso.
Por enquanto, vou ficando por aqui, quietinha no meu canto, sem fazer nada!
.
.
Desculpe pelo desânimo, pelo pequeno desabafo.
.
.
Mesmo assim, espero que todos tenham um Bom Natal e um Bom Ano Novo!

14 comentários:

Nanna disse...

Realmente a dor passa, mas a saudade fica. Também foi um ano dificil para mim, perdi um tio muito querido de uma maneira muito triste e dolorosa para a familia, também ando desanimada e sem vontade de fazer qq coisa. Mas estou aqui torcendo por "nós" para q o ano que vem seja melhor.
Abreijos e fica com Deus.

Marico disse...

Márcia, sinto muito pelo seu pai, realmente é uma grande perda, principalmente nesta época.
Lembro que você escreveu sobre ele algumas vezes no blog, e notava-se nas suas palavras a grande admiração pela sua pessoa.
Sei que não é fácil mas procure não desanimar, cuide da sua saúde e não se esqueça que você pode contar com os amigos. Força aí, estaremos sempre do seu lado!

bjs e abraços

Marico

Ivani disse...

Márcia querida, me solidarizo com Você e sua dor, esses são momentos que infelizmente temos que passar, mas uma hora a gente consegue se reerguer, cada um de nós tem o seu tempo certo de recuperação, e tenho certeza que Você está tendo o seu. Eu também estou com problemas nas mãos, já fiz exames (inclusive o dos choques e agulhadas), tomei anti-inflamatório e agora uso uma luva toda a noite para o pulso não dobrar. Está melhor, mas só o tempo vai ajudar. Não tenha pressa em voltar aos trabalhos, cuide das
agora das mãos e do espirito, e tenha certeza que Deus irá lhe ajudar a superar esta fase. Meus votos de dias melhores para ti, de coração, Ivani!

Solange disse...

Márcia,
Tudo passa mesmo. E passa mais rápido se a gente respeitar essa vontade interna de parar, se permitir a viver tristeza e o desânimo (claro que, se demorar muito a passar, é bom procurar ajuda).
Quando você estiver pronta, suas agulhas e fios vão estar lá te esperando (e nós também!).
Beijos,
Solange

Nina Dias disse...

Márcia, se como é difícil perder um pai, uma mãe...e ainda sinto muitas saudades, mas o tempo tudo ameniza e sara o coração ferido e fica uma saudade imensa! Mas reaja.. vá dar uma volta pelo quarteirão, todos os dias, saia um pouco, não fique só e nem tente se esconder e deixar o desânimo te abraçar! Nós nos acomodamos e achamos mais fácil, mas não é... fica tudo mais difícil a cada dia que passa! Chore, chore muito, viva esse luto, mas não deixe e nem se acomode, viva, você está viva e o melhor presente que pode dar a seu pai, é viver sua vida plena! Um beijo no coração! Nina

Claudia disse...

Márcia,
2012 parece não ter sido um ano muito bom pra várias pessoas, inclusive pra mim, que tive um problema seríssimo de saúde com meu marido. Mas tenho muita fé de que tudo há de ser melhor ano que vem! Esses dias desanimados haverão de ser substituídos por dias de alegria; mas tente não cobrar tanto de vc mesma: acho que às vezes a tristeza faz parte e é preciso deixá-la fazer o seu papel, mas tb fazer com que não se demore demais!! Tenho certeza de que com a sua sensibilidade e amor pela vida vc vai saber espantá-la logo e conseguir enxergar a alegria de novo nas pequenas coisas. Assim que a chuva passar, tenta dar uma volta, algum lugar cheio de natureza, ou quem sabe uma pequena viagem? tenho certeza de que vai ajudar! um grande beijo e melhoras!

Maikellen Trevisan disse...

Márcia, adoro seu blog,
não fica triste assim, tudo passa!

Pense que o ano novo irá trazer um sopro de vida, para que continue sendo essa pessoa iluminada que és!

Seu blog é sempre fonte de inspiração. Nâo deixe que as passagens da vida tirem sua vontade de viver!

Um feliz e abençoado Natal!

fafa disse...

Reaja!!! Vc precisa lutar. A vda apesar de conter espinhos ela é boa de ser vivida. Ser feliz cabe a nós lutarmos para tal. Levante a cabeça. Aprenda a pensar mais em vc. Aprenda a se amar, se valorizar.A vda passa rápido. Corra! Acorde para a vida. Olha, se vc olhar para o lado, tem tantas pessoas que não tem a metade do que temos e conseguem sorrir! Tem tantas pessoas que em dia de chuva, frio.... não tem onde se abrigar e continuam na luta! Olhe para o lado e pense: a vda as vezes se torna complicada pq nós a fazemos assim. Lute, peça a Deus forças. Mas tem que partir de vc essa vitória. As palavras soam ao vento e as vezes não entram em nossa cabeça . E quando a procurarmos já se foram!!! Sja mulher guerreira e levante essa cabecinha. Mulher não é sexo frágil. Mulher hj é muito mais que um ser lutador e vencedor!!!

JESUS É DO TAMANHO DO VAZIO DO TEU CORAÇÃO!
“Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia” (Sl 37:3-6).

Cleo Miras disse...

Eu te entendo, tb me sinto assim... doença do marido... me deixou desanimada e sem vontade de nada, ainda estou assim, so terminei um croche essa semana depois de muito tentar. Sinto muito pelo seu pai... bjj

Regina disse...

Marcia, meu ano tb foi bem triste. mas nos resta o consolo que um novo ano está chegando para nos dar animo novo para amenizar nossas dores passadas, né? bjss

VovoBaisa disse...

Márcia!
Não perdi ninguém importante, mas estou com as mesmas sensações suas...
Não gostei de 2012, tive decepções e muito cansaço, desânimo,sofro com calor abafado,dores nos pulsos e indecisão nos projetos a começar...
Sei lá! Acho que foi assim pra todas nós...
Estou apostando muito no próximo ano; conto os dias ansiosa pra ir pra praia e pegar as energias do mar, da brisa...
Se Deus permitir, estaremos renovadas em 2013 e cheias de energia né não?
Bj. e tudo de bom.
vovó Baísa

ELENA disse...

Márcia, nesta época de fim de ano, parece que todos nossos mas profundos sentimentos de dor e perdas afloram de uma maneira descontrolada, não desanime querida, a saudade demora para ser doce, mais vai chegar o dia em que vai lembrar do seu pai docemente, sem aquela angustia, acredite! BJO!

Renata S. P. disse...

Oi Má!

Faz um tempão que não passo por aqui e somente agora fiquei sabendo da partida do seu pai e suas duas cachorrinhas, sinto muito! Mas como você mesma falou no post, tudo passa, tudo passará. A dor vai embora, a saudade fica. Espero que logo suas mãos sarem para que possas voltar ao crochet e ao tricot... e, se isso não lhe bastar mais, procure outro artesanato para fazer! Uma vez artesã, para sempre artesã! Syper beijo e fica bem!

Fernanda disse...

Oi Marcia, que desanimo hein? tambem ja estive assim. Exatamente como voce. Pra ser mais clara, nao pedir nenhum cachorrinho, mas minha mae e agora meu pai esta com cancer... ele tem so 56 anos. Bom, acho que todo mundo tem seu ano ruim. Eu tambem tenho dores nas maos entao tento variar meus hobbies. Agora estou aprendendo a modelar e usar feltro. Acho que procurar algo novo e' o melhor. Adoro ver seu trabalho e espero que fique mais alegrinha logo! Beijos