13 de março de 2007

Tricot, meu salvador!

Ai que tô toda de novo, assim, desse jeito, impaciente, com dores, com tonturas, com sonhos, com vontade de dormir, com vontade de não fazer nada. Credo! O que será que as pessoas vão pensar de mim? Uma mulher assim, toda preguiçosa, que só pensa em dormir, que só escreve que só pensa e tem vontade de dormir... Vão pensar que sou uma pecadora. Uma mulher que peca por ser preguiçosa, gulosa e só. Mas, é aquele negócio, quanto mais você fica parada, mais preguiça dá. Olho a minha casa, olho a poeira, olho os banheiros, olho a montanha de roupas e só fico olhando... que tédio tudo isso, tudo igual, toda semana! E eu escrevendo sempre as mesmas coisas. Cansei! Estou exausta de mim mesma! Pelo menos faço tricot. Ai meu tricot, abençoado tricot. Bendita hora que fui aprender o tricot. Desde que aprendi nunca mais parei e nunca mais quero parar. Está certo, admito que às vezes, tricotar me cansa (mas só um poquinho). Tricoto todos os dias e agradeço por saber tricotar. Agradeço por ter esse dom, se é que se pode chamar tricotar de dom. Enfim, é o tricot que me salva, que me deixa feliz, que me anima (mesmo nesse calor) a viver. Admiro e gosto de pessoas que sabem tricotar. Pessoas que sabem fazer arte. Pessoas que sabem cozinhar. Pessoas que tem sensibilidade.
Viva o tricot! Viva a arte! Viva os trabalhos manuais!

17 comentários:

Sandra - Tricô e mais Tricô disse...

Márcia não fica desanimada, você tem tantos talentos, além de ser uma pessoa querida!Ás vezes pode bater o desânimo, é normal, principalmente se estamos naquele período chatinho, mas como diz meu filho, relaxa! rsrsrs Espero que você se anime, e na minha próxima visitinha ao seu blog, espero vê-la mais animada ok? Ah, uma dica de um filme bem bacana, não sei se vc já viu, mas é o Lucas, e o formigueiro, é uma historinha bem legal que assisti neste final de semana com meu filho, e dá pra se distrair bastante. Beijos

Anônimo disse...

Ah!!E eu pensei que fosse só eu!!Três filhos,um sem numeros de coisas para fazer!!E eu adoro tricotar,também! É uma benção!! Eu sempre visito teu blog!Acho tudo lindo!! Meu nome é Kátia Regina,moro em Alvorada Rio Grande do Sul!!bjs!!

Cris disse...

Márcia:

Não pense que te acharemos preguiçosa. Eu, pelo menos, jamais pensaria isso. Mesmo porque, ando numa fase muuuito igual a essa sua...Ainda bem que existem os trabalhos manuais e seu blog para me animar!!! Força, que tudo há de melhorar!

Beijos,

Cris

Anônimo disse...

menina, que baixo astral...vamos levantar esta bola......
bjs..
sandra pereira

Cristina disse...

Marcia tem dias que a gente nem se reconhece né.Você é especial e dedicada ,vejo isso pelos trabalhos apresentados no seu blog .Então, faça um café bem forte e relaxe olhando pro céu e se estiver chovendo , deixe a chuva levar as tristezas. Um abraço

Simone disse...

Oi Márcia!
Seu trabalho é muito lindo!
Estou tentando fazer aqueles quadradinhos enviezados e o cachecol de lã mescla, ainda estou tentando, não consegui.
Também estou numa fase parecida com a sua.
Só descobri seu blog hoje!
Parabéns!!!
Já add aos meus favoritos.
Grande beijo

Ester disse...

De maneira nenhuma se iriamos pensar uma coisa dessa. Olha o nosso salvador Jesus se fez homem aqui nessa terra que vivemos ,para saber quais são as nossas dificuldades. Então pede pra ele te ajudar, que ele ajuda. E TENHA CERTEZA QUE ELE TE AMA MUITO. E ele esta sempre pronto a nos carregar em seus braços de amor.Há e mesmo sem te conhecer pessoalmente eu também te AMO.

gisele disse...

Como assim preguiçosa ? Todo dia tem coisa nova no seu blog, seu tricô não para de dar cria, até com este calorzão e vc ainda se acha preguiçosa. Nunca ! Este calor desértico é q nos remete a este estado letárgico.
O outono está chegando, oba !!!!
Bjs.
Gisele

Nai disse...

Oi Márcia! Realmente pra mim tbém o tricot é uma terapia. Esqueço os problemas e só me concentro no tricot. Mas não pense que sua vida é monótona não...parece que todos os dias são iguais, mas a cada dia vc aprende alguma coisa nova, surge na cabeça um pensamento novo, e isso acontece sempre, mesmo sem que notemos. Não fique desanimada...vc tem o dom de fazer peças lindas de tricot, e olha que a minha mãe já tentou e não deu conta de aprender...rs. Mas é isso...abração!

Gislene disse...

Marcinha
Nós mulheres somos assim mesmo... seres mutantes.
O que nos salva é saber que daqui a um minuto mudamos, logo estamos limpando tudo que vemos pela frente.
Depois, damos uma olhada geral na casa brilhando e vamos tomar um café fresquinho com um bom bolo de fubá.
O encanto disso tudo é que fazemos aquilo que temos vontade, que vestimos personagens diferentes a cada minuto... sem culpa, sem vergonha, sem críticas...
Vc tem todo o direito de acordar do avesso do avesso...
Beijão
Gislene Michel

Fá Giandoso disse...

Me sinto assim o tempo todo. Acho que a gravidez ajuda. O sono infeliz!!! Infelicidade é não poder dormir. Já que posso então tá bom.
Tricotar e todas as outras peripécias que fazemos é que nos animam.
Na maior parte do tempo podia ser só isso...
Dormir, manualidades e muuito carinho dos que amamos...
ah e um bolinh quente também!!!
Adoro você!!!Beijos...

Fios de Palha disse...

Acho que todas temos fazes dessas.Depois de um dia de trabalho chegar a casa ver tudo para fazer, repetir o mesmo todos os dias, desanima qualquer uma.Felizmente existem os trabalhos manuais.Para mim nada melhor que ver um trabalho a crescer, sempre na expectativa do resultado final.
Um beijo e boas inspirações
Salomé

Anônimo disse...

Xiiiii, estou no mesmo barco que você, só que tenho tido preguiça até para tricotar. O que será isso que dá na gente? Mas não desista, você tem uma mão muito boa pro tricô, tudo é muito bem feitinho.bjs.ANA ROSA (anaaccennato@msn.com)

Valéria Braidotti disse...

Eu também tenho me apoiado no tricô...

Um beijo

helo disse...

Oláaaaaaaaaaaaá!!!!

Lindos,lindos,lindos e lindos!!!
Parabéns!
Bjos.
PS: Aguardo mais novidades!

Lanita disse...

Oi Márcia, eu tb me sinto assim, sem vontade de fazer nada, desesperada por ter tanto a fazer. O pior que que nem sei fazer tricô ainda...
Mas força aí, que o que vc faz é muito lindo.
Abraços de uma amiga blogueira,
Lana

Drica disse...

desculpa...sou eu de novo...mas assim vendo o teu blog e lendo algumas coisas q vc escreve acho q me identifico em algumas situacoes....esta de estar meio depre e usar o tricô p/ ajudar....bah, como ajuda...graças a Deus q eu comecei tbm....bjs!