21 de agosto de 2007

Socoooorro!!!


Será que alguém pode me informar quem foi que inventou essas agulhas de duas pontas???
Gente, o que é isso? É uma confusão de agulhas escorregadias que deslizam o trabalho pra lá e pra cá, isso quando uma das agulhas não cai no chão ou se perde no vão das almofadas do sofá... E eu como coloco o fio no pescoço fico mais enrolada do que tudo. Essa é a minha segunda experiência com essas agulhinhas danadinhas. A primeira nem posso contar porque foi somente pra finalizar o gorro Odessa e ainda tive a ajuda da Mônica que estava do meu lado. Agora, é a primeira vez que estou encarando esse tipo de trabalho sozinha e exageros à parte, até que estou achando legal trabalhar dessa forma. A medida que vou tricotando vou pegando o jeito 'da coisa'. Acho que toda primeira vez é complicado mesmo, não é? Bom, agora quero ver se vou conseguir sair dessa... À propósito, não sei porque mas essas agulhas me lembram aquele personagem principal do filme Hellraser - Renascido do Inferno (risos)... Alguém teve a infelicidade de assistir esse filme? Eu tive e fiquei quase cinco dias enjoada e sem dormir. Agora, falando sério e sem exageros (de novo), é muito interessante ver como o trabalho vai saindo tão circular e tão bonitinho... Como é bom aprender coisas novas mesmo que confusas e atrapalhadas! Essa sou eu, um drama em pessoa!

18 comentários:

Ateliê da Safira disse...

Queria fazer um par de meia, mas qdo penso nessas agulhas ... aiaiai kkkkk

Beijos no coração

Cinthya Rachel disse...

Eu morro de vontade de aprender a trabalhar com essas agulhas e tb as circulares. O difícil é encontrar no tamanho que a gente quer! Beijos e boa sorte, aposto que vai ficar lindo!

trichegege disse...

Márcia pelo que eu ví vc resolveu se aventurar nas meias, estou certa? Adorei seu texto sobre as agulhas realmente parece coisa de doido mas quando se pega o jeito é uma delícia espero que vc chegue até o fim com sucesso.Geni

elena disse...

Oi Marcia ! a propósito do gorro odessa que vc fez com lã Retalhos eu procurei aqui em São Jose dos campos e ninguem conhece esta lã , quem fabrica ela? Elena , obrigada

Naiara disse...

Oi Márcia. Tudo bem? Pois é, eu ainda não me aventurei a trabalhar com esse monte de agulhas. Acho que não estou preparada emocionalmente pra isso. Se não der certo posso criar um trauma ou coisa parecida...rs. Mas é isso aí, não pode desistir (a gente é brasileira e não desiste nunca..rs). Beijos!!

Sonia disse...

OI Márcia,
gostaria muito de aprender a trabalhar com estas agulhas, mas tenho a impressão de que vou me sentir exatamente assim como vc está , então fico adiando kkkk.
parabéns vá em frente.
Beijão

Deise disse...

Oi Márcia,
inspirada nos seus lindos trabalhos, me aventurei nesse mundo das duas agulhas...
Bem, o tricô não é a minha praia, mas consegui fazer um cachecol!!!!
E já estou no segundo.

Um dia eu também chego lá.... ainda é muito cedo pra me desesperar com essas quatro agulhinhas (não sei usar nem duas... kkk).
Beijos, e não desista!

Deise

Minhas Agulhas Mágicas disse...

Marcia!!!!
No mercado existe agulhas de duas pontos de plasticos (Tricofarma/pingouim) oara quem é iniciante é bem melhor, eu só uso elas pois elas não escorregam os pontos das agulhas....
Espero conseguir te ajudar....
Gosto muito de visitar seu blog , sempre tem coisas novas...
Um beijão
Cieli

Anônimo disse...

Na verdade, vc só trabalha com 2 agulhas, as outras ficam esperando, lá, quietas! Eu estou fazendo uma meia e me acostumei. Deixe os pontos das agulhas que estão na espera bem no meio da agulha e tricote com as outras duas. Só no começo é que fica meio complicado. :0)

Bjins, Eliane

Maria Salomé disse...

Márcia minha querida

O que é isso??? Seria cômico se não fosse trágico. Com duas já é uma confusão, e com 4 de duas pontas, eu nunca tinha visto, sou bem leiga no trico.
Deus te ajude nessa luta.
Fica com Deus.
Beijos carinhosos
Salomé.

disse...

Márcia, adoro seus trabalhos, Eu aprendendo muito acessando seu blog, já fiz vários trabalhos. Eu amo artesanato e não frequento aulas, por isso acho muito legal pessoas como você compartilhar as experiências conosco.
Beijos,
Neide
http://www.flickr.com/photos/neide_cardoso/

Monica disse...

Márcia, na verdade eu só uso as agulhas de duas pontas para fazer as duas primeiras acrreiras e para finalizar a meia, de resto é tudo na circular, coloco clips(não tenho um conjunto como o seu)para marcar os pontos e pronto.Acho muito mais fácil.
bjos

-(¯`·.·´¯)-FÁTIMA CROCHE E TRICOT-(¯`·.·´¯)- disse...

OI MARCIA,
REALMENTE NO COMEÇO É UMA DIFICULDADE MAS DEPOIS A GENTE PEGA O JEITO, TENHA FÉ,DEPOIS VERA QUE NÃO É NENHUM BICHO DE SETE CABEÇA.
DEPOIS DE PRONTA A GENTE NEM ACREDITA QUE CONSEGUIU, SEM CONTAR QUE FICA LINDA E CERTINHA NO PÉ.
UM GRANDE ABRAÇO
FÁTIMA

Anônimo disse...

OI Marcia,
Eu estava aguardando vc se aventurar, na verdade tinha certeza que logo vc chegaria lá. Vejo seu blog todos os dias e me encanto.
Olha, eu tinha um sonho e realizei, fazer meias com 4 agulhas sem costura. Nesse inverno vendi 15 pares e esse ano vou fazer direto pro inverno que vem.As agulhas de metal são mesmo mais difíceis, experimente com agulhas de plástico essas não escorregam.
tenho certeza que vc vai fazer muitas,se precisar de alguma ajuda estou aqui.
Só uma curiosidade, a turma do orkut pegou palitos de churrasco, lixou e passou base incolor pra poder trabalhar já que não encontravam as agulhas em cidades pequenas.
Não posso esquecer de agradecer a Monica do Eu tricoto que me ajudou muito.
Beijos e coragem, quero ver a meia pronta!

Solange disse...

Márcia,
Já tentou usar duas criculares em vez das quatro agulhas? O efeito é o mesmo, e a probabilidade de 'acidentes' é menor. Por um acaso, postei esta semana dois vídeos ensinando a técnica lá no montricot.
Beijocas

Anônimo disse...

Oi, Márcia,
Meu computador lá de casa não quer enviar comentários para seus blogs. Só consigo no do trabalho, mas ultimamente tá difícil arrumar tempo.
Eu já usei uns palitos de plástico dum joguinho de criança (vende em loja de R$1,99), são finos, tipo ag. nº 3, e frágeis, mas por serem meio flexíveis é mais fácil de trabalhar.
Com essas de metal eu fiz um gorrinho de criança (me deixavam doida também). Ficou bonito, mas ficaram uns buraquinhos, vc sabe alguma dica pra evitar isso?
Bjos
Adelaide

Márcia disse...

Xiiiii Adelaide eu não sei não.... porque estou tricotando normalmente e acho que não está ficando buraquinho... vou dar uma olhada. Mas, estou toda atrapalhada, viu. Às vezes o negócio anda que é uma beleza e depois me complico de novo... Mas que essa meia vai sair, ah isso vai!!! Beijão!!!

Márcia disse...

Cieli, obrigada pela dica.
Beijão, :o)