21 de julho de 2007

Pingouin


(tricotando uma coisa mas já pensando em outra...)

Descobri agora que a Pingouin tem um site próprio, ou seja, não precisa acessar o site da Paramount. Mas, como nem tudo é perfeito, já percebi que ainda não tem as receitas da net da última revistinha que, inclusive, peguei hoje na lojinha de lã... E, tem um modelinho lá que me chamou a atenção principalmente depois que vi a Angelica usando no programa Estrelas de hoje. Não sei se alguém assistiu. Era um modelito roxo, com tranças, lindinho! É tipo uma batinha mas que tem uma pala e depois desce o corpo e as mangas. Pelo que vi na revista da Pingouin as partes da blusa são feitas separadamente só que estou achando o modelito da revista um pouco largo enquanto que o da Angelica estava mais enxutinho. Uma fofura! Também pude observar, não sei se um pouco tarde, a volta dos trabalhos irlandeses, ou seja, cheios de tranças de tudo quanto é tipo e pontos cruzados. Trabalhos que requer muita atenção e muita paciência mas que no final o resultado fica divino.
.
P.S.: Alguém aí já conhece um fio da Pingouin chamado Noblesse? Se já, o que achou do fio?

8 comentários:

Anônimo disse...

ola amiga eu vi o programa e tb achei lindo ,alias lindo e seu blog vc esta de parabens obrigaduuuuuuuuuuuu bom domingo e continue assim com estas maos de fada zilda
zilda-regina@ig.com.br

hanna disse...

Oi, Marcia
Não vi o programa, mas já vi várias revistas com este tipo de blusa, como a Estilo do mes passado, a marie claire desse mes e do mes passado, assim como a menequim. Já vi batas e vestidos, que aliás custam uma fortuna, pra lá de 200 reais... Eu vi essa receita no site da pingouim, mas como a pala é feita com agulha circular pensei que ainda não é pro meu bico, apesar de me esforçar bastante para aprender. Aprendi a fazer o ponto oito pela internet e pelas dicas que encontrei em vários blogs.
Fiquei apaixonada pela bata, ainda mais que dei uma enxugada de 13kg nos ultimos meses.
Se puder dar algumas dicas para executar esse trabalho ficarei muito grata.
Ah, já ia esquecendo... Talvez na pagina da aslan vc encontre a linha que mencionou, pois eles vendem produtos de outras marcas.
Bjs, Marcia.

Márcia disse...

Mas Hanna pelo q vi a pala não é feita na agulha circular. Ela é feita com agulha retas e só depois de tudo costurado é que levanta os pontos e trabalha com ag. circular, mas no finalzinho.... Eu queria fazer exatamente a blusa da Angelica, pois achei mais bonita que a da Pingouin.
Bjs,
:o)

hanna disse...

Oi, Marcia
Vc tem razão, a agulha circular é usada só no final... Tenho que confessar: não entendi bulhufas da receita!Vou deixar para curtir o seu trabalho, porque do meu mato esse coelho aí não vai sair. rsrsrs.
Estou no sufoco com preparativos para meu casamento, que será dia dois de agosto(estou empolgadíssima), mas se der vou tentar te enviar fotos das revistas que te falei. Se não der te envio na segunda semana de agosto, se quiser, claro. Não parecia difícil de fazer um molde. Como vc é experiente acredito que não seja tão difícil fazer.
Mudando de assunto... Queria fazer uma touca e li aqui e em outros blogs q a agulha circular é melhor. comprei a agulha e quando comecei o trabalho parei para pensar como era feito o avesso, pois o ponto que escolhi é feito em trico no direito e dois meia e dois trico no avesso. Não dá para fazer pontos assim com essa agulha? Vc pode desvendar esse misterio pra mim?
Beijos, Marcia.

Márcia disse...

Hanna, eu também não tenho muita experiência em fazer gorros trabalhados com a circular mas posso te garantir que quando vc vai tricotando o direito o avesso já sai automaticamente, por exemplo quando vc trabalha no ponto meia o ponto tricot já sai no avesso, vc não precisa fazer a carr, porque vc está trabalhando circularmente. Ai não sei explicar direito, desculpe!
:o)

hanna disse...

Obrigada pela ajuda. Vou tentar hoje a noite e ver no que d�.
Bjs, Marcia.

Anônimo disse...

Márcia, há milênios que quero fazer uma blusa com pala; mas ainda não encontrei a receita certa. Com o tempo vou fazer a minha receita vendo uma industrial q minha irmã comprou. A dela não fica esa gola "boba",fica normal, ajustando até o pescoço com as devidas diminuições. A pingouim está inovando as receitas, mas ainda não encontrou tricoteiras à altura das antigas. É como o jaguard com diminuições nas cavas raglãs que não estragam odesenho..
Credo,ainda tenho tanto a aprender...
Bjinhos
Kátia

Anônimo disse...

Ah, esqueci de perguntar... você não achou por aí uma foto da angélica com a dita blusa? eu queria ver...
Bjos
Kátia