2 de novembro de 2005

Relíquia


Esta relíquia pertencia a uma tia-avó de um colega nosso. Ela era alemã e a avó dele ia jogar fora toda essa riqueza. Obrigada Daniel pelo presente. Tem receitas em alemão e em português nas páginas já amareladas pelo tempo. Fiquei encantada com o capricho que ela teve em fazer as amostrinhas, costurar com uma linha bem fininha e escrever a receita (acho que ela usava caneta tinteiro). Eu AMO esse tipo de coisa. Objetos, diários, cartas, livros de outras épocas. É pura emoção, a mesma que senti quando fui à exposição das esculturas de Camille Claudel (uma escultora francesa, discípula e amante do também escultor Rodin), mas poder ver e tocar aquelas peças, foi realmente muito emocionante. Deve ser a mesma coisa quando estamos diante de um quadro de Renoir, Van Gogh (eu gosto muito dos impressionistas). Pena que não dá para colocar todas as fotos, mas fica um pouquinho só para vocês terem uma idéia do que estou falando.

Nessa página por exemplo, fico imaginando o que será que estava acontecendo naquele dia; será que ela estava cozinhando alguma coisa gostosa enquanto anotava as receitas ou será que só estava no meio de uma bagunça de linhas, lãs, agulhas de tricot, agulhas de costura numa tarde fria como esta; como será que era o ambiente? Fico imaginando coisas assim. Não sei porque mas lembrei dos livros que eu li da Rosamunde Pilcher ("Os Catadores de Conchas", "Setembro"), onde ela descreve tudo tão bem que de tanto imaginar o que ela descrevia eu conseguia até sentir o cheiro da comida, do café, do perfume, me sentia completamente interada com a estória.

4 comentários:

Monica disse...

Oi Márcia, e aí tudo bem??Andei meio sumida esta semana, mas estou voltando com tudo, se o blogger me permitir, pois já estou perdendo minha paciência, fiquei hj o dia inteiro tentando postar uma foto mas não consegui...Já recebí meu pacote do amigo secreto e vc, já recebeu o seu??Nossa ganhou uma relíquia mesmo hein, qualquer dia vou dar uma passada aí na sua casa para dar uma olhada de perto!!!
beijos

Márcia disse...

Mônica, sumiu mesmo heim? Volta logo!!! Eu ainda não recebi meu pacote, estou supercuriosa, mas na verdade estou mais preocupada com o que enviei, se a pessoa vai gostar... Já cansei de te convidar pra vir aqui em casa, qualquer hora, o convite sempre vai estar de pé. Bjs!

Gislene Michel disse...

Marcia,
Vc é um ser muito especial, quando leio essas coisas lembro de mim mesma há anos atrás, tá certo que a sensibilidade ainda está aqui, mas a vida nos ensina a disfarçar, a se mostrar meio intocável. Sabe, estratégias que usamos para conviver com pessoas que não sentem como nós. Mas é bom dar de cara com pessoas assim como vc, explícitas.

Beijos

RITA disse...

Sem comentários, você não é fácil
mesmo né ??
BJS